O que de "melhor" se passa no nosso País, fundamentalmente na Educação!!!

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Mais alterações no Concurso de Professores...

O ministério da Educação (ME) anunciou que os candidatos no próximo concurso de professores vão integrar os quadros dos Agrupamentos em que forem colocados, uma medida que pretende estabilizar os docentes na mesma escola, informa a agência Lusa.
E conferência de imprensa, o secretário de Estado da Educação, Valter Lemos, realçou que o diploma que estabelece as regras do próximo concurso de professores, que fixa os docentes à mesma escola durante quatro anos, a partir do próximo mês de Janeiro, «prevê a possibilidade de os professores dos Quadros de Zona Pedagógica (QZP) integrarem os quadros de agrupamentos onde estão colocados».
Valter Lemos destacou que «a tendência é para o desaparecimento dos quadros zona e vincular os professores às escolas onde estão colocados».Actualmente são cerca de 33 mil os professores que estão nos Quadros de Zona Pedagógica.
«Os QZP manter-se-ão para aqueles professores que não obtenham logo colocação, até à sua integração completa nos agrupamentos», disse, salientando que «enquanto não obtiverem lugar manterão os direitos que tinham no QZP».
O governante adiantou que a expectativa do ministério «é que mais de 2/3 ou ¿ dos professores venham a obter lugar nos quadros de agrupamento» já nesta fase.
«Pela primeira vez os lugares que vão a concurso correspondem com rigor com àquelas que são as vagas de horários efectivos no agrupamentos escolares», encerrando «tanto quanto possível o ciclo de contratados adicionais pelas escolas», salientou.

Comentário:
Isto é que é pressa... ainda estão a correr os concursos para este ano e já sabem o que querem para o próximo ano... ou será que querem outra coisa?

21 comentários:

Véu de Maya disse...

vim aqui para lhe agradecer a visita. Dá para peceber que vai fazendo o ponto de situação relativamente às questões da Educação...e isso é itíla muitos professores.
com mais deixar-lhe um comentário mais pormenorizado.

Cordiais cumprimentos

Véu de Maya disse...

errata:
...e isso é útil a...

:)

Camilla disse...

Pois é né, o mundo vive nessa pressa maluca...

jasmimdomeuquintal disse...

vão mexer, sai mais trampa...

Vieira Calado disse...

Traz água no bico...
Como tudo o vem da lá...
Em princípio não acredito em nada do que dizem. Enquanto fui professor era sempre criticado pelos colegas por dizer isto, quando saía nova legislação, despachos etc.
Não tardava muito que se não descobrisse o gato... pelo rabo deixado de fora.
Um abraço

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

EStou aqui para agradecer-lhe o apoio nesse meu momento tão crítico. Enquanto fico de resguardo, fiz um novo post, As pontes de Madison. Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata Cordeiro

anamorgana disse...

Eu gosto de saber coisas do meu país, do que faz tantos anos que estou ausente. Ja sei que eu escrevo horrivel, mas essa era a educaçao que habia nessa epoca. E A AUSENCIA FAZ QUE ISTO NAO SE ENTENDA.OBRIGADO POR VISITAR O MEU BLOG
anamorgana

Ysa disse...

Viva!
Passei por aqui para agradecer-lhe a visita ao meu blog, espero que volte. Gostei das suas "farpas" Sim Senhor!

Quanto aos concursos... só tenho a referir que actualmente o Sistema Educativo em Portugal não tem em conta o sucesso dos "nossos" alunos nem a estabilidade do corpo docente nas escolas.

Será que a educação em Portugal está a precissar de algumas patacas?!

Cumprimentos cordiais
Isa

Professorinha disse...

Acho isso muito engraçado... Para o ano que vem o lugar no meu agrupamento vai desaparecer, oque quer dizer que eu vou ter que ir para outro agrupamento mais longe... o que quer dizer que ...???...

Fica bem

Cαmilα disse...

Muito interessante seu blog!
Um estilo diferente do meu, mas super interessante.
Obrigada pela visita em meus Caminhos!
Beijão
=)

helena disse...

Novo concurso por quatro anos...
Os professores passam a ser prisioneiros domiciliários.
O governo decide com um ano de antecedência... e nós???
Somos obrigados a decidir a nossa vida por quatro anos...

f@ disse...

escuto o barulho deles lá a meter água... deve ser para apagar os fogos...
hummmmm alterações em cima do joelho deve ser por algo de interesse lá deles... claro...
beijinhos das nuvens

Adriana Costa disse...

Oi Tito
Pertinente a abordagem do teu blog!
Volto com mais calma para ler várias postagens.
Obrigada pela visita!
Flores @>--

Pedro disse...

Isto dos concursos por quatros anos é, sem dúvida, melhor para os alunos, mas para os professores é uma autêntica lotaria: tanto pode ser bom, como mau. E, no caso de ser mau, ou seja, de termos de ir leccionar para longe, a verdade é que não temos ajudas de custa para os gastos com transporte e alojamento.
Pode ser que acabando com os QZP ´s a situação melhore... A ver vamos!

acqua disse...

Oi Tito, vim retribuir sua visita lá no Acqua e me deparo com um verdadeiro quesito educacional por aqui. Sinceramente sempre desconfio das atitudes do governo quando o assunto em pauta é a educação.
Abraços meus e tenha uma excelente semana...

bell disse...

Tanta desconfiança... Só eu vejo isto como bom?! Talvez por estar colocada no agrupamento que quero, a perspectiva de me efectivar por cá me seduza e quem está longe tem mais receio.

O timming do anúncio é que é estranho...

WOLKENGEDANKEN disse...

De momento o sistema portugues tanto referente aos exames como aos condicoes de trabalho dos professores é para mim um pouco misterioso, mas vou ver se descubrir algumas coisas em blogues como esse !
forca, colega :-)

Menina do Rio disse...

Tito, venho de desejar uma boa semana e deixar-te um beijo deste lado de cá do mar

aespumadosdias disse...

Eu sou contratado. Gostava de poder ficar na escola onde estou.
Vamos ver. Um abraço.

olho_azul disse...

Eleições... Estão aí as eleições e há que preparar terreno!
Mas lá ver se isto será bom ou não...
Beijos

Haere Mai disse...

Vim agradecer a sua visita que muito me encantou. Fiquei fascinada com o deu blog. Se me permite voltarei.
Beijo azul...Sempre!